FAQ - Perguntas Frequentemente Respondidas

faq.png

1. Qual a filosofia da escola?

Ao longo da nossa história, a Lua Nova tem alimentado o propósito de trabalhar em equipe para construir e colocar em prática os princípios que alicerçam nosso projeto pedagógico. Nestas discussões, chegamos a algumas palavras que podem definir a filosofia da escola:

Infância - o cuidado com uma cultura própria da criança.

Autonomia - cada participante do projeto pode tomar decisões próprias levando em consideração o coletivo.

Autoria - cada criança e profissional da escola pode ter marcas próprias no fazer, lembrando as referências do trabalho, do projeto, que tem uma identidade a ser cuidada.

Diversidade - somos diferentes e devemos cuidar desta riqueza cultural, racial, social, entre outras. Isto permeia o dia a dia da Lua Nova.

Coletividade - trabalhar em conjunto em prol da comunidade com foco no processo de inserção da criança na sociedade.

Subjetividade - Entendemos a importância de se cuidar para que cada criança se constitua na sua singularidade, sem perder de vista a aprendizagem das normas necessárias para a vida em sociedade.  Caminha-se na direção da normatização, ao vez de se buscar a normalização das crianças.

Cultura - Por ser o legado de um povo, é ela que media a nossa convivência. Assim sendo, é importante a mediação da escola na relação entre criança e cultura, considerando, inclusive, a existência de uma cultura própria do universo infantil.

2. O que é construtivismo?

Piaget nomeou de interacionismo ou construtivismo a metodologia que explica como se constrói conhecimento, como aprender na interação com o outro e com o ambiente físico e social.

3. Como é o trabalho no dia a dia da escola com as crianças? 

O dia-a-dia transcorre a partir de uma rotina construída por cada grupo.  Nesta rotina estão inseridos os marcos de tempo como hora do lanche, do parque e saída. Estes marcos são estruturantes da dinâmica escolar e oferecem a possibilidade dos alunos se situarem concretamente no tempo e espaço da escola.

 

4. Uma sala de aula comporta quantos alunos?

Uma sala de aula na Educação Infantil pode comportar até 20 alunos, já no Ensino Fundamental este número cresce para 25.

No entanto, mesmo que o grupo não esteja com sua capacidade total de alunos, a chegada de um novo integrante dependerá da análise do momento vivido pelo grupo.

5. Quantos adultos acompanham as crianças?

 

Na Educação Infantil, do Grupo 1 ao Grupo 4, três profissionais acompanham as crianças em sala de aula: a professora, uma estagiária e uma auxiliar fixa ou volante, de acordo com a necessidade. A partir do Grupo 5 as crianças são acompanhadas pela professora e pela estagiária, com suporte de uma auxiliar.
Em cada sala do Ensino Fundamental há uma professora e uma estagiária.

Estas configurações podem ser redefinidas de acordo com as características do grupo, do número de alunos e da presença de crianças com necessidades especiais, que será acompanhada por uma monitora, após a análise da equipe pedagógica.

6. Qual a formação dos profissionais que trabalham com as crianças?

Os professores são graduados, especialmente em pedagogia ou psicologia. Os estagiários estão em processo de graduação e vivenciam uma formação específica através do Centro de Estudos da Lua Nova.

E as auxiliares de classe também são capacitadas pelo nosso Centro de Estudos.

A Lua Nova foi uma das primeiras escola construtivistas de Salvador e por ser fundada a partir de um Centro de Estudos, fez a formação de muitas professoras e instituições que posteriormente passaram adotar o construtivismo como proposta de trabalho.

7. Como são selecionados os profissionais que trabalham com as crianças?

Através do Centro de Estudos e estágio supervisionado, a Lua Nova forma e seleciona os futuros profissionais que irão atuar em sala de aula, sobretudo para os ciclos da Educação Infantil.

 

8. Por que a escola não adota o uso da farda?

A concepção de criança e infância baseia-se nos princípios da autonomia, autoria e subjetividade, entre outros. E acreditando que a infância é espaço de construção de identidade e singularidade, a Lua Nova descarta a uniformidade e a padronização que o fardamento impõe.

A criança tem, juntamente com seus pais, a oportunidade de escolher suas roupas, levando em conta a adequação do ambiente, de acordo com sua preferência e estética.
 
A Lua Nova dispõe de camisetas de diferentes cores e padronagens. O uso destas camisetas é obrigatório apenas quando as crianças realizam um passeio pedagógico, por questão de segurança, a fim de serem mais facilmente identificadas.

 

9. De que forma a escola trabalha os limites nas situações de conflito?

A escola media o conflito entre as crianças favorecendo a reflexão para que elas construam soluções que considerem a necessidade de todos e caminhem na direção de uma moralidade autônoma.

Este é um exercício fundamental pelo fato do pensamento da criança ser centrado e pede mais atenção na atualidade devido ao individualismo e competitividade que a sociedade tem vivenciado os conflitos.

Sendo assim, flexibilizar pontos de vista é um grande exercício na formação infantil, no sentido de colaborar que exerçam relações mais humanizadas ao considerar os seus pontos de vista e dos demais.

Para estabelecer este parâmetro, o papel do professor é de fundamental importância na mediação dos conflitos. Acreditamos ser imprescindível que os adultos estabeleçam limites de forma clara e usem de sua autoridade, e sempre façam intervenções no sentido de uma construção reflexiva.

10. Como a escola avalia a aprendizagem das crianças? 

A avaliação é um processo contínuo e acontece durante todo ano. Na Educação Infantil o professor, coordenador e orientador realizam reuniões com frequência para avaliar cada criança em diferentes aspectos: cognitivo, afetivo, social.

A partir destas avaliações são realizadas conversas individuais com os pais para a devolução do processo de aprendizagem de seu filho. Ao final do ano, um relatório com o registro deste processo é entregue à família. Além do relatório individual é entregue o portfólio de grupo onde consta uma mostra da prática dos projetos pedagógicos de todo o ano.

No Ensino Fundamental são feitos comentários pela equipe pedagógica no boletim de notas para que o aluno e sua família também teçam comentários a respeito desta avaliação.

No último ciclo, 4º e 5º anos, as crianças aprendem a estudar para prova e as realizam de forma a construir atitudes e procedimentos para esta forma de avaliação, tão comum na nossa sociedade.   

11. As crianças ao saírem daqui se adaptam bem em outras escolas?

A Lua Nova acompanha a trajetória dos ex-alunos em outras instituições de ensino através do Serviço de Orientação Escolar (SOE), que desenvolveu ao longo dos anos, uma parceria com estas instituições permitindo, junto com os pais, um cuidado com esta transição.
 
Estes laços têm nos mostrado que as crianças, de forma geral, se adaptam bem a esta nova realidade levando consigo a marca de serem indivíduos que se posicionam diante dos fatos e situações.

Além disto, esta crescente parceria tem possibilitado, para ambas as partes, rever o projeto curricular e favorecer o acolhimento das crianças, considerando as suas singularidades.

12.  Que retorno vocês têm destas escolas quanto ao “rendimento” dos alunos? 

Há uma troca constante com algumas escolas parceiras para onde as crianças vão ao saírem da Lua Nova. Estas trocas são constituídas a partir do diálogo e aprendizagem entre as instituições com o intuito, de ambas as partes, de colaborar com o período de transição de um ciclo para outro, de uma escola para outra e repensar a prática pedagógica na nossa escola a partir da devolutiva escutada.

Durante estes anos de intenso diálogo, os retornos dados à Lua Nova sobre nossos alunos têm sido, em geral, positivos. As escolas pontuam a capacidade de participação e protagonismo das crianças. Ou seja, o envolvimento constante e qualitativo nos projetos das escolas e a capacidade de se adaptar ao novo currículo a partir de uma dinâmica construída com base no aprender a aprender e não focada apenas no sistema de avaliação aplicado.

A partir dos diálogos, foram criadas oportunidades de avaliação dos currículos com vistas a aproximar a prática de avaliação da Lua Nova com a das escolas parceiras, em especial com a formalização de alguns conteúdos.

Estes cuidados, aliados à capacidade de aprendizado desenvolvidos na nossa escola, a partir da reflexão e construção do aprender a aprender, têm garantido um rendimento bastante satisfatório dos alunos da Lua Nova ao serem inseridos em novas realidades de estudos.

13.  Como se dá o contato da família – escola no decorrer do ano letivo?

Diariamente, na chegada da criança à escola, pode haver uma troca rápida de informações entre pais e professores. Duas vezes por ano, semestralmente, ocorrem as reuniões gerais de cada grupo com a presença de todos os pais, para a explanação a cerca do trabalho realizado no primeiro e segundo semestre.

Ao final do ano é realizada com os pais uma conversa de devolução avaliativa do processo integral da criança durante aquele ano letivo.

Em qualquer tempo são realizadas conversas individuais a partir da demanda da escola e/ou dos pais.

Estes contatos são realizados pela equipe de professor/coordenador/orientador da Lua Nova.

14. Como acontecem os aniversários na escola?

A comemoração dos aniversários acontece na hora do lanche e na sala de aula do aniversariante. Pais, avós e irmãos são convidados, além, é claro, dos colegas do grupo. Não é permitido convidar os amigos de outras salas, exceto familiares, como os primos.

É possível trazer além do lanche, toalhas, pratos e copos com o tema do aniversário. A arrumação da sala deve ser feita pelo grupo e professores.
 
Não é permitido a presença de buffet, mágicos e palhaços e filmadoras.

O objetivo maior é a comemoração do aniversariante com seus colegas, dentro da dinâmica característica que compõe o espaço escolar, interferindo o mínimo possível na rotina de trabalho dos alunos ao longo do ano.

 

 

15. Como as datas comemorativas são vivenciadas?

As datas comemorativas, como os dias das mães e dos pais, passaram a ser festejadas na Lua Nova como Dia da Família. As famílias são homenageadas de uma forma mais ampla e contextualizada, ou seja, pais, mães, avós, tios, tios, primos... podem estar presentes numa festa que tem acontecido sempre aos sábados, simbolizando a família contemporânea em suas diversas configurações.
 
As datas religiosas não estão inseridas neste contexto, pois a Lua Nova é uma instituição laica.

16. Como a escola procede em caso de febre e/ou machucados, doenças em geral?

Diante de problemas de saúde, como febre, quedas, machucados ou um quadro mais grave, a família será comunicada de imediato para que sejam tomadas as providências necessárias.


No ato da matrícula e na primeira conversa com o professor, os pais devem indicar quais os medicamentos que os filhos utilizam em diferentes necessidades e quais os cuidados referentes a situações específicas.

Antes de medicar a criança o professor entrará em contato com a família para avisar e confirmar a medicação a ser utilizada, e combinar o retorno da criança que não poderá permanecer na escola em caso de febre ou outra situação que envolva cuidados com a saúde.

Nestes casos, a criança não deve estar no convívio escolar até que o período recomendado pelos médicos tenha sido cumprido. 

17. A escola utiliza livros didáticos? 

Apenas os de Língua Portuguesa e Matemática, como apoio nos 4º e 5º anos. No geral, a produção didática é feita na própria Lua Nova, integrando estas atividades criadas pelo professor e coordenador aos projetos de trabalho. 

18. As crianças da Educação Infantil e Ensino Fundamental levam tarefas para casa?

As crianças na Educação Infantil começam a levar para casa atividades sistemáticas a partir do Grupo 5. Em algumas situações, nos Grupos 3 e 4 há tarefas, pesquisas encaminhadas para criança e a família, a fim de promover uma interação com o processo de aprendizagem das crianças.

As crianças do Ensino Fundamental do 1º ao 3º ano utilizam, além das atividades produzidas em parceria pelas professoras e equipe de coordenação, um livro de cruzadinhas, publicado pela Editora Balão Vermelho, que auxilia o trabalho de reflexão e análise acerca de algumas questões da nossa língua, no que diz respeito a escrita das palavras. 

Já os alunos do 4º e 5º ano usam, além dos recursos citados, atividades produzidas pela equipe pedagógica, o livro de Cruzadinhas, o livro didático de Língua Portuguesa e Matemática. 

19. Existem passeios extras para crianças pequenas? Como acontecem?

Sim. Os passeios começam a partir do Grupo 3 e são atividades pedagógicas referentes aos projetos encaminhados em sala de aula. As crianças fazem visitas a lugares que tenham pertinência com seus temas de estudos. São acompanhadas pela equipe pedagógica (professora, estagiária, coordenadora), bem como funcionários do setor administrativo.

As crianças devem estar sempre vestidas com a camisa da Lua Nova.

A escola disponibiliza água e material de primeiros socorros. Os passeios geralmente são feitos em micro-ônibus com ar-condicionado e cinto de segurança. 

20. Como funciona a cantina? O que ela oferece?

A Cantina Lua Nova funciona nos turnos matutino das 9:00 às 11:00 e no vespertino das 15:00 às 17:00. São oferecidos lanches integrais, sanduiche de queijo, pão delícia, pão de queijo, pizza, barrinhas de cereal, suco, picolé e pipoca. Não são oferecidas frituras, doces e refrigerantes.

As fichas podem ser compradas na Recepção a qualquer tempo que ela esteja em funcionamento.

21. Como acontece a comunicação casa-escola?

Em relação ao cotidiano de cada criança a comunicação é feita através da agenda para recados e por telefone para o que é emergencial. Em relação ao funcionamento da escola, grupos e passeios a comunicação é feita por e-mail ou ofícios.

Quanto ao acompanhamento pedagógico e processo de aprendizagem dos alunos há encontros periódicos com os pais, tanto em grupo como individuais.