Projeto Escola

Adaptação

Entregar é um ato de amor. Por isso a escolha de uma escola é tão importante, pois a família vai dividir a educação de seu filho com essa instituição. Assim enxergamos esse momento que, para nós, acontece durante todo o ano, sendo mais intenso no início, em especial com os alunos da Educação Infantil, quando a grande maioria inicia sua vida escolar.

Quando a criança ingressa na escola pela primeira vez, ou no começo de cada ano letivo, se depara com surpresas e as expectativas dos primeiros dias de aula. No espaço coletivo em que agora se insere, novos desafios se apresentam, como ter que esperar a sua vez, não ter todos os desejos prontamente atendidos, necessitar verbalizar, comunicar, se posicionar. Ao separar-se de seus pais, ela aprende a se relacionar com outras crianças, a estabelecer vínculos, a participar de uma dinâmica bastante diversa do espaço privado.

Na Lua Nova a adaptação é vivenciada de acordo com o tempo e o ritmo de cada criança, não possuindo um número de dias predeterminado. É um processo único e deve ser avaliado individualmente. No entanto, habitualmente, a maioria dos alunos despede-se de suas referências familiares mais próximas em uma ou duas semanas, enquanto outros finalizam o seu processo um pouco depois. O importante nesse momento é o estabelecimento de laços de confiança – uma construção gradativa que cabe acolhimento a todos os envolvidos, pois quando os pais sentem confiança na escola eles passam isso para seu filho/a.


Ao longo de quase 30 anos de experiência em Educação nós construímos alguns procedimentos que favorecem o acolhimento às crianças e a suas famílias, tais como:

  • A escala de chegada para o Grupo 2 (recebemos os alunos, paulatinamente);

  • Entrevista com os pais (antes do início das aulas);

  • Permanência dos pais ou responsáveis na Lua Nova enquanto for necessário;

  • Construção de uma rotina estruturada através de marcos que ajudam a criança a compreender o tempo de sua permanência na escola;

  • O momento da despedida e seus combinados.


Sabemos que, mesmo com todos os procedimentos bem definidos, a adaptação sempre se configura como um desafio para todos os envolvidos, pois é preciso ser considerada a singularidade e diversidade das crianças, das famílias e o ritmo de cada um neste processo de transição casa / escola.

 

 

Adaptação (EF)

Na transição da Educação Infantil para o Ensino Fundamental a criança enfrenta uma série de situações novas. Entre elas: a necessidade de se situar em um novo tempo, espaço e rotina da escola, o estabelecimento de vínculos com outros colegas, novos professores especialistas e demais funcionários, garantindo assim a sua estadia como estudante.


Outro desafio enfrentado pelos alunos nesta etapa é a adaptação à verticalização das aprendizagens, acarretando o risco de desaparecimento da cultura do lúdico. Entretanto, a Lua Nova mantém firme o propósito de não esquecer que os alunos desta faixa etária / ciclo ainda são crianças. Por isto, essas questões são contempladas nos projetos de trabalho do Ensino Fundamental, que procuram valorizar a utilização de diversas linguagens na interação da criança com o meio e na introdução dos novos conteúdos.


Nós acreditamos que a criança no Ensino Fundamental, a cada ano, também precisa de adaptação, de acolhimento, de ludicidade, de brincar. Quem não gosta de chegar em um espaço e perceber que este está preparado para você? Então, nós pensamos nas crianças, nos novos pais, além dos que já são da casa, que também precisam ser acolhidos, pois há sempre um novo começo e a necessidade de acolhimento e adaptação ao novo espaço.