Grupo 4

Projeto Jardins: as flores, as cores, as formas e os bichos

 

O Projeto Jardins: as Flores, as Cores, as Formas e os Bichos convida a criança a explorar ambientes, visitar jardins, consultar livros, vídeos, enciclopédias e fazer pesquisas na internet como fontes de estudo dos animais que fazem parte de um jardim: formigas, besouros, abelhas, aranhas, dentre outros.

Este projeto tem por objetivo levar o aluno a desenvolver uma postura investigativa como estudante de ciências através da troca de informações, discussões e reflexões dos diversos aspectos estudados, favorecendo a aquisição de conhecimentos e ampliando a visão do mundo que a cerca.

Além dos animais, a criança entra em contato com poesia, música e artistas que retratam o mundo encantado das flores, árvores e cores presentes nos jardins.

O projeto é caracterizado por abarcar um vasto leque de possibilidades investigativas, inserido nas áreas de Ciências Naturais, Língua Portuguesa, Matemática, Artes Plásticas e Música, o que poderá ser melhor observado a partir dos conteúdos trabalhados durante o seu desenvolvimento.  

Projeto Vida de Índio

Por meio deste projeto busca-se lançar um olhar sobre a diversidade cultural do nosso país, aproximando e interagindo com o modo de vida de um dos principais responsáveis pela formação do povo brasileiro: o índio.

O Projeto Vida de Índio apresenta para a criança parte deste mundo em que vive, mostra a diversidade do nosso país, bem como resgata a história e origem do povo brasileiro. Através do estudo do modo de vida dos índios, podemos ampliar a compreensão sobre a vida na nossa sociedade, comparando ou contrastando os valores, costumes e crenças. É também uma oportunidade para combater estereótipos culturais respeitando a diversidade existente em algumas tribos espalhadas pelo Brasil. 

grupo_4_-_projeto_vida_de_índio.jpg

Projeto Brincadeiras

 

O Projeto Brincadeiras busca através desta linguagem universal da humanidade, que são os jogos e as brincadeiras culturalmente construídas, o resgate deste universo tão característico da infância.

 

O projeto passeia pelas brincadeiras mais antigas dos avós e dos pais. Resgata vínculos de afeto presentes nas brincadeiras e jogos e amplia o repertório quando insere as brincadeiras e jogos dos povos indígenas, fazendo uma intercessão entre os projetos Povos Indígenas e Brincadeiras.