Buscar
  • Escola Lua Nova

Brincando com arte

Foi aberta, no sábado, 23 de maio, a exposição "Brincando com arte", na Escola Lua Nova e Centro de Estudos. A mostra é o resultado das atividades das crianças do 2° ao 5° ano, nas aulas de Arte, no primeiro semestre. Mas a proposta extrapolou o contemplativo e partiu para a ação por meio da realização de produção artística em família e brincadeiras entre adultos e crianças.


A professora de Arte, Marina Cardoso, explica que para atingir o resultado visto na exposição foi feito um resgate e experimentação de brincadeiras para depois transformá-las em Arte. “Nós brincamos com peão, cama de gato, bola de gude, balanço de pneu, pula corda, amarelinha e muitas outras”, diz a professora. “A ideia”, conta, “foi entrar no clima dos 30 anos da Lua Nova e resgatar um pouco da memória do brincar desse período”.

A presença de um elemento entre todas essas brincadeiras surpreendeu alguns adultos que já visitaram a exposição – a mandala. “Fiquei surpreso. O vi desenhar o símbolo do Ying e Yang e nunca imaginei que ele tivesse essa referência”, conta Marcos Oliveira de Carvalho que, junto com sua esposa, e dois outros filhos, sentaram-se no chão da sala para desenhar com Pedro, aluno do 3° ano da Lua Nova.


Marina explica que a mandala foi introduzida nas atividades com as crianças como uma forma de trabalhar o desenho como um elemento lúdico, além de estimular a concentração e a elaboração da coordenação motora fina. “Eu percebo uma dificuldade, em geral, nas crianças de parar, se organizar, se dedicar a algo. E para produzir a mandala é preciso esse exercício”, diz a professora de Arte sobre os benefícios proporcionados com a atividade.


Marina ressalta ainda que houve um cuidado em pensar nas produções de forma que fossem adequadas para cada idade. E que o resultado alcançado foi de grande beleza. A arte realizada em cima da brincadeira cama de gato (barbantes entrelaçados nas duas mãos), por exemplo, foi criada em 3D pelo 5° ano. “Para retratar essa brincadeira era necessário o uso desse recurso e as crianças maiores estão mais preparadas para fazer essa transposição dimensional”.


Brincadeiras


A exposição foi visitada por pais e familiares que, além da produção artística com as crianças e o bate-papo com a professora Marina, vivenciaram momentos de brincadeiras. 

Os pátios interno e externo da escola foram tomados por familiares empurrando seus filhos no balanço de pneu, conversando sobre as brincadeiras retratadas nas obras e pulando corda.


A obras ficam expostas na escola até o dia 29 de maio (sexta feira).

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo