Buscar
  • Escola Lua Nova

Ciranda de livros promove feira e bate papo com autores na Lua Nova

O contato desde cedo com o livro ajuda a criança a desenvolver a imaginação, emoções e sentimento de forma prazerosa e significativa. Quem valoriza, procura estratégias para desenvolver o hábito da leitura desde pequeno. Assim surgiu o Projeto Ciranda Literária, lançado anualmente pela Escola Lua Nova, tanto para a Educação Infantil, quanto para o Ensino Fundamental. Neste ano a Ciranda inovou com a exibição de cinema, promoveu um ambiente acolhedor que colocou pais e filhos, logo na entrada da escola, diante de estantes repletas de fantasias, e prosseguiu oportunizando o contato dos alunos com autores para um bate papo.


Para impulsionar a Ciranda Literária, acontece nas instalações da Lua Nova, a cada semestre, a Feira de Livros, quando diversos títulos permanecem expostos, durante alguns dias, para que pais e alunos possam folhear, sonhar e escolher livremente aqueles que farão parte do seu repertório de leitura.


Na última Feria, que aconteceu entre os dias 01 e 04 de setembro, o clima foi de descontração, curiosidade e acolhimento. “As crianças circulavam com liberdade pelo espaço de exposição dos livros, escolhendo os que queriam ler no momento e, com o auxílio de seus professores, aqueles que fariam parte da ciranda de classe”, conta Geny Tapioca, coordenadora da Biblioteca da Lua Nova.


Os alunos tiveram ainda a oportunidade de estar frente a frente, mais uma vez, com autores, ouvir sobre a sua obra e conhecer os rostos por trás das palavras que formam os mundos que tanto os encantam. Para o momento, foi reservado o primeiro dia da exposição, quando os alunos também tiveram uma manhã e uma tarde de autógrafos com Tamires Lima, autora do livro Fabrincando e Enéas Guerra, autor de Vaporzinho (ambos da Solisluna Editora). O primeiro, um manual e um brinquedo ao mesmo tempo. O segundo, uma recriação lúdica do clima do porto de Salvador e dos cais dos principais pontos produtores do Recôncavo “singrando as águas da Baía de Todos-os-Santos”.


“Também tivemos a exibição de dois curtas metragens, para o encantamento das crianças, com temáticas que giravam em torno do incentivo ao livro e à leitura”, conta a coordenadora da Biblioteca. E como ler nunca é demais e livros são sempre uma ótima opção, também foi lançada a “casinha” dos Livres Livros, que consiste no estímulo à doação de livros, tanto adultos quanto infantis, e que estejam em bom estado. Basta procurar a caixa de coleta que fica em frente à sala do Grupo 2.


O projeto


Ciranda Literária tem por objetivo principal proporcionar a leitura por prazer e com isto colaborar com a formação do aluno como leitor. A Ciranda acontece semanalmente e consiste na leitura diária de histórias, feira de livros e troca de livros entre os alunos de cada sala, proporcionando a ampliação do olhar acerca da diversidade literária e estética.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo